Vinho Dagaz Terras de Pumanque 2018 – 750 ml

R$358,00
Entregas para o CEP:
Meios de envio
  • Vinho Dagaz Terras de Pumanque 2018 – 750 ml

  • Pontuação: - 96 pontos Descorchados                                                    - 96 pontos - Tim Atkin                                                                              - 95 pontos - La Cav

  • Produtor do Vinho: Viña Dagaz

  • País: Chile

  • Região do Vinho:  D.O. Valle de Colchagua – Costa

  • Tipo do Vinho: Tinto

  • Safra do Vinho: 2018

  • Uvas: 69% Cabernet Sauvignon, 16% Petit Verdot, 10% Carmenere, 5% Syrah

  • Teor Alcoólico: 14,5%

  • Descrição do Vinho: Rubi intenso. Aromas de grande complexidade, com frutos vermelhos e algumas especiarias, bem como notas de grafite que refletem o conteúdo mineral do granito que constitui o solo. Em boca é elegante, com boa estrutura, com muita energia, persistência e boa acidez. Esta acidez traz frescos, faz um vinho vibrante, suculento e a ter um bom potencial de envelhecimento em garrafa.

  • Vinificação: Passa 19 meses em barricas de carvalho francês, sendo 10% novas e 90% usadas. O objetivo da maior percentagem de barricas já utilizadas é ter aromas e sabores da madeira pouco presentes, e que sirvam apenas como complemento da frescura, energia e expressão do “terroir” do vinho. Produzidas 12 mil garrafas na safra de 2018.

  • Harmonização: Assados, carnes de caça, cordeiro, queijos maduros, massas com carne.

  • Nota: 1 - O vinhedo Pumanque está localizado a 34 quilômetros em linha reta até o Oceano Pacífico, a uma altitude de 238 metros acima do nível do mar. Vinhedos de 15 anos. O solo é granítico, com presença de grande quantidade de pedras de quartzo em diferentes graus de fragmentação. É profundo e permeável, permitindo um bom crescimento das raízes.

  • Nota: 2 - Marco Puyo, enólogo e sócio fundador da Viña DAGAZ começou a explorar os diferentes "terroirs" do Vale de Colchagua em 1994, fazendo vinhos para as vinícolas onde trabalhava. Em 2005, procurando as origens mais marcantes que conhecia, encontrou em Pumanque um terroir único. Em 2006 participou como sócio de uma plantação de 39 hectares. A partir de 2009, fez pequenas quantidades de vinho, a partir de algumas colheitas. Em 2015, junto com Patricio Gómez-Barris, terceira geração de uma família de corticeiros, fundaram a Viña DAGAZ. Em 2016 fez ou seu primeiro vinho, que corresponde a um lote tinto de 4 variedades, Cabernet Sauvignon, Petit Verdot, Carmenere e Syrah.

  • Nota: 3 - "Dagaz" é uma runa celta que significa " o início de um novo caminho" e reflete a nova etapa da Viña Dagaz e seus vinhos.O isotipo vermelho de Viña DAGAZ corresponde ao símbolo desta runa.