Vinho Trepa 2007 - 750 ml

20% OFF
R$430,00 R$344,00
Conheça nossas opções de frete
  • Vinho Trepa 2007 - 750 ml
  • Produtor do Vinho: Quinta do Pôpa e Luís Pato
  • País: Portugal
  • Região do Vinho: Bairrada – Vinha Pan: Baga                                                                    Douro – Quinta do Pôpa: Tinta Roriz
  • Tipo do Vinho: Tinto
  • Safra do Vinho: 2007
  • Uvas: Tinta Roriz e Baga
  • Teor Alcoólico do Vinho: 13,5%
  • Descrição do Vinho: Vermelho escuro. Aromas de evolução presentes nas notas baunilha, frutas maduras. Complexidade marcada no toque de couro. Em boca com boa estrutura, com frescor e elegância. Taninos vivos, notas de tabaco e tostados.
  • Vinificação: A vinificação da Tinta Roriz decorreu em lagares de granito com interior de inox e a uma temperatura controlada, com homogeneização por pisa a pé, enquanto que a Baga foi feita em Cuba de Inox. Ambos os vinhos foram movimentados de forma suave por gravidade, diretamente para barricas de carvalho francês (20% novas e restantes de segundo e terceiro uso) onde estagiou durante 9 meses.
  • Harmonização: Ideal para acompanhar carnes vermelhas e, quando tiver mais de dez anos, um belo queijo de pasta mole.
  • Nota: Mais um grande tinto de Luis Pato. Este vinho surge da concretização de Luís Pato ao combinar uvas do Douro e da Bairrada. O ‘TRePA’ combina a casta Tinta Roriz, proveniente de um dos vinhedos de letra A da duriense Quinta do Pôpa, com a potente Baga da Vinha Pan. Este tinto mostra uma grande estrutura, mas é envolvido por muitas camadas de fruta madura, o que faz com que possa ser apreciado desde jovem ou ser guardado por muitos anos; a guarda conferir-lhe-á evolução. O nome ‘TRePA’ derivou da junção de TR (Tinta Roriz) e PA (vinha Pan), tendo a sua expressão visual na mistura das duas tonalidades das uvas respectivas.
  • Prêmio: Em 2011, "O TRePA tinto 2007” foi eleito como um dos melhores vinhos à venda no mercado asiático. O ‘Ruby Award Top 100 Wines in China 2011’, concurso promovido pela revista Wine in China, surpreendeu o júri, constituído por um painel internacional de críticos, integrando assim o Top 100-2011.